terça-feira, 8 de novembro de 2011

terça-feira, 28 de junho de 2011

O Amor

~ ~

~ Gibran Kahlil Gibran ~

Então, Almitra disse: “Fala-nos do amor.”
E ele ergueu a fronte e olhou para a multidão,
e um silêncio caiu sobre todos, e com uma voz forte, disse:

Quando o amor vos chamar, segui-o,
Embora seus caminhos sejam agrestes e escarpados;
E quando ele vos envolver com suas asas, cedei-lhe,
Embora a espada oculta na sua plumagem possa ferir-vos;
E quando ele vos falar, acreditai nele,
Embora sua voz possa despedaçar vossos sonhos
Como o vento devasta o jardim.
Pois, da mesma forma que o amor vos coroa,
Assim ele vos crucifica.
E da mesma forma que contribui para vosso crescimento,
Trabalha para vossa queda.
E da mesma forma que alcança vossa altura
E acaricia vossos ramos mais tenros que se embalam ao sol,
Assim também desce até vossas raízes
E as sacode no seu apego à terra.
Como feixes de trigo, ele vos aperta junto ao seu coração.
Ele vos debulha para expor vossa nudez.
Ele vos peneira para libertar-vos das palhas.
Ele vos mói até a extrema brancura.
Ele vos amassa até que vos torneis maleáveis.
Então, ele vos leva ao fogo sagrado e vos transforma
No pão místico do banquete divino.
Todas essas coisas, o amor operará em vós
Para que conheçais os segredos de vossos corações
E, com esse conhecimento,
Vos convertais no pão místico do banquete divino.
Todavia, se no vosso temor,
Procurardes somente a paz do amor e o gozo do amor,
Então seria melhor para vós que cobrísseis vossa nudez
E abandonásseis a eira do amor,
Para entrar num mundo sem estações,
Onde rireis, mas não todos os vossos risos,
E chorareis, mas não todas as vossas lágrimas.
O amor nada dá senão de si próprio
E nada recebe senão de si próprio.
O amor não possui, nem se deixa possuir.
Porque o amor basta-se a si mesmo.
Quando um de vós ama, que não diga:
“Deus está no meu coração”,
Mas que diga antes:
"Eu estou no coração de Deus”.
E não imagineis que possais dirigir o curso do amor,
Pois o amor, se vos achar dignos,
Determinará ele próprio o vosso curso.
O amor não tem outro desejo
Senão o de atingir a sua plenitude.
Se, contudo, amardes e precisardes ter desejos,
Sejam estes os vossos desejos:
De vos diluirdes no amor e serdes como um riacho
Que canta sua melodia para a noite;
De conhecerdes a dor de sentir ternura demasiada;
De ficardes feridos por vossa própria compreensão do amor
E de sangrardes de boa vontade e com alegria;
De acordardes na aurora com o coração alado
E agradecerdes por um novo dia de amor;
De descansardes ao meio-dia
E meditardes sobre o êxtase do amor;
De voltardes para casa à noite com gratidão;
E de adormecerdes com uma prece no coração para o bem-amado,
E nos lábios uma canção de bem-aventurança.

Lindo lindo lindo....

sábado, 11 de junho de 2011


Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Meu trabalho...


Já a muito tempo sonhava em abrir um pequeno negócio.
E quando precisei sair de meu ultimo emprego tive a oportunidade de fazer um curso de culinária, que me despertou a idéia de tentar.
Não seria fácil. Eu não disponibilizava de nenhum capital, e estava sozinha contra milhares de pessoas dizendo que não daria certo, que não e fácil, que não iria dar lucro...
Mas para mim não interessava quantos especialistas vinham me provar que era impossível. Eu estava SURDA.
Comecei a fazer salgados para festas e a oferecer em bares. Quando consegui o meu primeiro cliente fixo, entregava os salgados a pé todos os dias e voltava carregando dez quilos de material(farinha, carne, batata, peito de frango...) nas costas todos os dias. Precisava fazer umas três ou quatro paradas pelo caminho para aguentar o peso.
E quanto mais as encomendas aumentavam mais o fardo pesava.
Durante seis meses não tive retorno algum; o meu lucro fazia de capital...comprava mais material, vasilhas panelas etc...
De salgado em salgado fiz auto escola pagava por dia, 22,00 todos os dias...ganhava 40,00 e 22,00 iam para as aulas. Como a auto escola funcionava de segunda a sexta eu tinha sábado e domingo para arranjar o dinheiro dos exames.
Lembro-me que no dia do meu exame final ainda precisava de 50,00 para pagar o exame e não tinha de onde tirar. Era fim de mês e nem emprestado consegui. Cheguei a chorar achando que perderia a prova. Quando cheguei em casa meu pai me disse que uma amiga que estava me devendo a tempos havia me deixado 50,00. Explodi de felicidade o dinheiro havia caido do céu. (Ela já me devia a tanto tempo que eu nem lembrava mais!)
Mas ainda não tinha dinheiro para a passagem e precisaria pegar 2 ônibus para chegar. Então eu decidi. VOU APÉ.
Quando disse ao meu pai, ele revirou a mochila e me arranjou dinheiro para um ônibus.O restante do caminho segui a pé. Não sabia como eu ia voltar, mas tinha a certeza de podia chegar lá.(obs: Não contei a ninguém que seria meu exame final.)
PASSEI!!!!!!!!!!!! A alegria transbordava por todos os lados não via hora de contar para todos.Vim de carona para casa.
Depois da auto escola passei a destinar cada centavo que sobrava a Caixinha da moto.Depois de mais uns 4 meses já tinha algum dinheirinho mas não passava nem perto do valor que precisava. Mas surgiu uma oportunidade de assumir um financiamento...
Se eu pensasse bem seria impossível. Mas eu não pensei.(Ainda bem!)e graças ao meu esforço não atrasei nenhuma parcela.
Passei a fazer minhas entregas de moto, o que facilitou bastante a minha vida. Consegui muitos clientes, comprei mais algumas coisas para facilitar meu trabalho e continuo trabalhando...
Ainda falta muito para chegar onde quero mas não vou desisti, mesmo que pareça impossível.
As vezes as pessoas me perguntam: -Você AINDA ESTÁ FAZENDO SALGADO?
Eu respondo que sim e que vou continuar. Alguns ainda não acreditam que meu negócio irá pra frente. E riem quando brinco que serei uma futura empresária.
Mas só e necessário que EU acredite.E não importa saber todo o caminho, basta saber o próximo passo.
to be continued...

Josy_arte

http://www.wix.com/coxita_salgados/festas
http://blogdacoxita.blogspot.com/

segunda-feira, 25 de abril de 2011

terça-feira, 19 de abril de 2011


Tá bom! agora resolveram salvar o mundo acabando com as sacolas plásticas!
Tudo bem. Eu sou a primeira a concordar que o uso das sacolas plásticas se tornou excessivo na nossa sociedade. Mas acho que isso não passa de mais uma tática para se visar lucro. Afinal o plástico descartável não foi banido totalmente.
Então quer dizer que se eu pagar 20 centavos não tem problema, não vai fazer mal para o meio ambiente!
E o lixo vai ser colocado onde? "Em sacos plásticos ora!(aqueles de 30 litros que agente compra em supermercado)" que também aumentaram de preço!
Concluindo: se eu pagar não tem problema posso poluir o quanto quiser.
E as sacolas retornáveis quanto custam? Bom acho que ai está a solução né! Você vai usar uma sacola retornável uma dez vezes antes que a a alça solte, ai você descarta aquela e compra outra...usa mais dez vezes e ela fica suja, batidinha coitada!
Jà está na hora de comprar outra!Um belo dia você vai no supermercado e se da conta...meu Deus! Esqueci a eco bag! O jeito e comprar outra! Se for fazer uma comprinha maior então vai precisar de umas dez eco bags...
Com certeza as dondocas da classe media vão criar moda com as eco begs, vai ter rosa, vermelha, com desenho de arara azul, com gliter cada modelito mais lindo que o outro! Só pra combinar com a roupa. Estragou? compra outra, sujou? compra outra, perdeu? compra outra, esqueceu???? Outra e outra...
Já que todos agora querem salvar o mundo, por que é que não se coloca caminhões responsáveis pela coleta seletiva de toda cidade? EN?EN? POR QUÊ?
É acho que não teria verba né!?
Josyane_arte

quinta-feira, 17 de março de 2011

Cultivando flores


Então...resolvi seguir o conselho de Luiz Fernando Veríssimo e cultivar um jardim em vez de assistir Big Brother.
Na verdade, nuncaaa assisti esse programa "cultural e educativo" que já passa de 10 temporadas! (CHEGA NÉ!) Já estou me imaginando com 80 anos e vendo comerciais do Big Brother Brasil 69.
Mas deixaremos esse assunto para outra postagem!
Sempre amei flores, jardins, e tudo que é natureza. E o melhor de se plantar flores e que você sempre recebe a visita de borboletas e passarinhos.(E como e bom ter passarinhos cantando sem precisar coloca-los em jaulas!)
Me apropiei então de um espaço do quintal onde era cultivado mato e entulio e comecei a minha tarefa!
Estou pesquisando um pouco de paisagismo mas como não tenho muito dinheiro vou inventar um paisagismo "caseiro" com os recursos que tenho.
Assim que ficar pronto meu jardim posto as fotos aqui...
Não vejo a hora de namorar borboletas e beija flores voando por toda parte!
Josyane_arte

terça-feira, 8 de março de 2011


Ela é bamba!
Essa preta do pontal
Cinco filhos pequenos pra criar
Passa o dia no trampo pau a pau
E ainda arranja um tempinho pra sambar
Quando cai na avenida
Ela é demais
Todo mundo de olho
Ela nem aí
Fantasia bonita
Ela mesmo faz
Manda todas
Não erra a mira...
Mãe, passista, atleta
Manicure, diplomata
Dona da boutique
Enfermeira, acrobata..

Ela é bamba
Essa índia da central
Vai no ombro
Um cestinho com neném
Oito quilos de roupa no varal
Ainda vende cocada nesse trem
Toda sexta
Ela fica mais feliz
Vai dançar numa boate do Jaú
Faz um jeito
E já pensa que é atriz
Cada dia inventa um nome

Dora, Isaura, Emília
Terezinha e Marina
Ana, Rita, Joana
Iracema e Carolina
Laura, Lígia, Luma
Lucineide, Luciana
Quer seu nome escrito
Numa letra bem bacana...
Ela é bala
A mestiça é todo gás
Cada braço é uma viga do país
Abre o olho com ela meu rapaz
Ela é quase tudo que se diz...
Quando compra uma briga
Ela é demais
Vai no groove
E não deixa desandar
Ela é pop, ela é rap
Ela é blues e jazz
E no samba é primeira linha...

segunda-feira, 7 de março de 2011

Tutorial para homens


Ei homens! querem ter uma daquelas gostosas da revista em casa?
Muito fácil! Valorizem suas companheiras!
Bom sua Musa não deve mais trabalhar. Você deve fornecer todo o sustento da casa, pois o único trabalho dela será ficar gostosa! Além disso ela precisara de uma empregada doméstica pois lavar passar e cozinhar estraga unhas cabelos e pele.
Contrate também um nutricionista para cuidar da saúde de sua linda mulher, que também precisará se exercitar. Então providencie uma boa academia.
Aulas de dança são fundamentais, uma dança sensual fará com que ela se sinta mais sexy.
Duas vezes ao mês é necessário um spa onde ela terá massagem para reduzir medidas, fazer limpeza de pele e relaxar.
Para os cabelos o cuidado deve ser semanal. Portanto contrate um bom cabeleireiro para hidratar, relaxar tingir e cortar os fios.
Também torna-se necessário um podólogo(o que e isto?)um profissional para cuidar das mãos e dos pés de sua princesa.
Maquiador, e estilista também devem estar incluidos na lista.
Ah e é claro roupas e sapatos das melhores lojas não vão poder faltar em seu closet.
As próteses de silicone são opcionais e precisam de manutenção a cada cinco anos.
Mas a lipoescultura é necessária para acabar com aquelas gordurinhas que a academia não resolve.
Também existem outras cirurgias estéticas como plástica, fio de ouro e butox.
Sua estrela precisa de muitas joias não poupe diamantes e rubis para vê-la sempre linda!
Club ou praia são indispensaveis para manter um lindo bronzeado e marquinha de biquine(sugiro ao menos uma vez por semana)também pode-se optar pelo bronzeamento artificial.
A depilação deve ser feita quinzenalmente. Pode-se optar também pela depilação a laser que e bem mais cara mas resolve o problema em apenas 3 seções.
Flores, presentes e elogios também são importantíssimos. Ela precisa se sentir linda e segura sempre!
Cuide com muito carinho de sua companheira e nunca se esqueça que antes de publicar uma foto de vocês e nessário um bom photoshop.

Josyane_arte

quinta-feira, 3 de março de 2011

Na noite terrível, substância natural de todas as noites,
Na noite de insónia, substância natural de todas as minhas noites,
Relembro, velando em modorra incómoda,
Relembro o que fiz e o que podia ter feito na vida.
Relembro, e uma angústia
Espalha-se por mim como um frio do corpo ou um medo.
O irreparável do meu passado – esse é que é o cadáver!
Todos os outros cadáveres pode ser que sejam ilusão.
Todos os mortos pode ser que sejam vivos noutra parte.
Todos os meus próprios momentos passados pode ser que existam algures,
Na ilusão do espaço e do tempo,
Na falsidade do decorrer.

Mas o que eu não fui, o que eu não fiz, o que nem sequer sonhei;
O que só agora vejo que deveria ter feito,
O que só agora claramente vejo que deveria ter sido –
Isso é que é morto para além de todos os Deuses,
Isso – e foi afinal o melhor de mim – é que nem os Deuses fazem viver...

Se em certa altura
Tivesse voltado para a esquerda em vez de para a direita;
Se em certo momento
Tivesse dito sim em vez de não, ou não em vez de sim;
Se em certa conversa
Tivesse tido as frases que só agora, no meio-sono, elaboro –
Se tudo isso tivesse sido assim,
Seria outro hoje, e talvez o universo inteiro
Seria insensivelmente levado a ser outro também.

Mas não virei para o lado irreparavelmente perdido,
Não virei nem pensei em virar, e só agora o percebo;
Mas não disse não ou não disse sim, e só agora vejo o que não disse;
Mas as frases que faltou dizer nesse momento surgem-me todas,
Claras, inevitáveis, naturais
,A conversa fechada concludentemente,
A matéria toda resolvida...
Mas só agora o que nunca foi, nem será para trás, me dói.

O que falhei deveras não tem esperança nenhuma
Em sistema metafísico nenhum.
Pode ser que para outro mundo eu possa levar o que sonhei.
Mas poderei eu levar para outro mundo o que me esqueci de sonhar?
Esses sim, os sonhos por haver, é que são o cadáver.
Enterro-o no meu coração para sempre, para todo o tempo, para todos os universos,
Nesta noite em que não durmo, e o sossego me cerca
Como uma verdade de que não partilho,
E lá fora o luar, como a esperança que não tenho, é invisível pra mim.

terça-feira, 1 de março de 2011

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

o contrato de casamento!


Guardei esse texto aqui em umas caixas e achei ele hoje!

O Contrato de Casamento
Na semana passada comemorei trinta anos de casamento. Recebemos dezenas de congratulações de nossos amigos, alguns com o seguinte adendo assustador: "Coisa rara hoje em dia". De fato, 40% de meus amigos de infância já se separaram, e o filme ainda nem terminou. Pelo jeito, estamos nos esquecendo da essência do contrato de casamento, que é a promessa de amar o outro para sempre.

Muitos casais no altar acreditam que estão prometendo amar um ao outro enquanto o casamento durar. Mas isso não é um contrato.
Recentemente, vi um filme em que o mocinho terminava o namoro dizendo "vou sempre amar você", como se fosse um prêmio de consolação. Banalizamos a frase mais importante do casamento. Hoje, promete-se amar o cônjuge até o dia em que alguém mais interessante apareça. "Eu amarei você para sempre" deixou de ser uma promessa social e passou a ser simplesmente uma frase dita para enganar o outro.

Contratos, inclusive os de casamento, são realizados justamente porque o futuro é incerto e imprevisível. Antigamente, os casamentos eram feitos aos 20 anos de idade, depois de uns três anos de namoro. A chance de você encontrar sua alma gêmea nesse curto período de pesquisa era de somente 10%, enquanto 90% das mulheres e homens de sua vida você iria conhecer provavelmente já depois de casado. Estatisticamente, o homem ou a mulher "ideal" para você aparecerá somente, de fato, depois do casamento, não antes. Isso significa que provavelmente seu "verdadeiro amor" estará no grupo que você ainda não conhece, e não no grupinho de cerca de noventa amigos da adolescência, do qual saiu seu par. E aí, o que fazer? Pedir divórcio, separar-se também dos filhos, só porque deu azar? O contrato de casamento foi feito para resolver justamente esse problema. Nunca temos na vida todas as informações necessárias para tomar as decisões corretas.

As promessas e os contratos preenchem essa lacuna, preenchem essa incerteza, sem a qual ficaríamos todos paralisados à espera de mais informação. Quando você promete amar alguém para sempre, está prometendo o seguinte: "Eu sei que nós dois somos jovens e que vamos viver até os 80 anos de idade. Sei que fatalmente encontrarei dezenas de mulheres mais bonitas e mais inteligentes que você ao longo de minha vida e que você encontrará dezenas de homens mais bonitos e mais inteligentes que eu. É justamente por isso que prometo amar você para sempre e abrir mão desde já dessas dezenas de oportunidades conjugais que surgirão em meu futuro. Não quero ficar morrendo de ciúme cada vez que você conversar com um homem sensual nem ficar preocupado com o futuro de nosso relacionamento. Nem você vai querer ficar preocupada cada vez que eu conversar com uma mulher provocante. Prometo amar você para sempre, para que possamos nos casar e viver em harmonia". Homens e mulheres que conheceram alguém "melhor" e acham agora que cometeram enorme erro quando se casaram com o atual cônjuge esqueceram a premissa básica e o espírito do contrato de casamento.

O objetivo do casamento não é escolher o melhor par possível mundo afora, mas construir o melhor relacionamento possível com quem você prometeu amar para sempre. Um dia vocês terão filhos e ao colocá-los na cama dirão a mesma frase: que irão amá-los para sempre. Não conheço pais que pensam em trocar os filhos pelos filhos mais comportados do vizinho. Não conheço filho que aceite, de início, a separação dos pais e, quando estes se separam, não sonhe com a reconciliação da família. Nem conheço filho que queira trocar os pais por outros "melhores". Eles aprendem a conviver com os pais que têm.

Casamento é o compromisso de aprender a resolver as brigas e as rusgas do dia-a-dia de forma construtiva, o que muitos casais não aprendem, e alguns nem tentam aprender. Obviamente, se sua esposa se transformou numa megera ou seu marido num monstro, ou se fizeram propaganda enganosa, a situação muda, e num próximo artigo falarei sobre esse assunto. Para aqueles que querem ter vantagem em tudo na vida, talvez a saída seja postergar o casamento até os 80 anos. Aí, você terá certeza de tudo.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Contos eróticos!



Ontem resolvi ler contos eróticos! Fiquei um pouco decepcionada confesso.
Imaginava que fossem mais românticos, sedutores...nada! só tem pica e boceta... Que coisa mais rude!

Caramba!!! Quanto tempo não escrevo nada!

Faz um tempão que estou assim...Parei de ler, escrever, acho que fiquei distante de mim! Mas parece que alguma coisa me encantou novamente! Estou super animada a recomeçar tudo!
Me propus um desafio: Ler TODOS os livros que estão aqui em casa, apenas ocupando espaço!
Afinal eles não servem pra nada se ficarem fechados. Vou ler e doar a biblioteca.
Acho que vou levar este blog adiante também.
ESCREVER ...ESCREVER...ESCREVER...