quarta-feira, 27 de abril de 2011

Meu trabalho...


Já a muito tempo sonhava em abrir um pequeno negócio.
E quando precisei sair de meu ultimo emprego tive a oportunidade de fazer um curso de culinária, que me despertou a idéia de tentar.
Não seria fácil. Eu não disponibilizava de nenhum capital, e estava sozinha contra milhares de pessoas dizendo que não daria certo, que não e fácil, que não iria dar lucro...
Mas para mim não interessava quantos especialistas vinham me provar que era impossível. Eu estava SURDA.
Comecei a fazer salgados para festas e a oferecer em bares. Quando consegui o meu primeiro cliente fixo, entregava os salgados a pé todos os dias e voltava carregando dez quilos de material(farinha, carne, batata, peito de frango...) nas costas todos os dias. Precisava fazer umas três ou quatro paradas pelo caminho para aguentar o peso.
E quanto mais as encomendas aumentavam mais o fardo pesava.
Durante seis meses não tive retorno algum; o meu lucro fazia de capital...comprava mais material, vasilhas panelas etc...
De salgado em salgado fiz auto escola pagava por dia, 22,00 todos os dias...ganhava 40,00 e 22,00 iam para as aulas. Como a auto escola funcionava de segunda a sexta eu tinha sábado e domingo para arranjar o dinheiro dos exames.
Lembro-me que no dia do meu exame final ainda precisava de 50,00 para pagar o exame e não tinha de onde tirar. Era fim de mês e nem emprestado consegui. Cheguei a chorar achando que perderia a prova. Quando cheguei em casa meu pai me disse que uma amiga que estava me devendo a tempos havia me deixado 50,00. Explodi de felicidade o dinheiro havia caido do céu. (Ela já me devia a tanto tempo que eu nem lembrava mais!)
Mas ainda não tinha dinheiro para a passagem e precisaria pegar 2 ônibus para chegar. Então eu decidi. VOU APÉ.
Quando disse ao meu pai, ele revirou a mochila e me arranjou dinheiro para um ônibus.O restante do caminho segui a pé. Não sabia como eu ia voltar, mas tinha a certeza de podia chegar lá.(obs: Não contei a ninguém que seria meu exame final.)
PASSEI!!!!!!!!!!!! A alegria transbordava por todos os lados não via hora de contar para todos.Vim de carona para casa.
Depois da auto escola passei a destinar cada centavo que sobrava a Caixinha da moto.Depois de mais uns 4 meses já tinha algum dinheirinho mas não passava nem perto do valor que precisava. Mas surgiu uma oportunidade de assumir um financiamento...
Se eu pensasse bem seria impossível. Mas eu não pensei.(Ainda bem!)e graças ao meu esforço não atrasei nenhuma parcela.
Passei a fazer minhas entregas de moto, o que facilitou bastante a minha vida. Consegui muitos clientes, comprei mais algumas coisas para facilitar meu trabalho e continuo trabalhando...
Ainda falta muito para chegar onde quero mas não vou desisti, mesmo que pareça impossível.
As vezes as pessoas me perguntam: -Você AINDA ESTÁ FAZENDO SALGADO?
Eu respondo que sim e que vou continuar. Alguns ainda não acreditam que meu negócio irá pra frente. E riem quando brinco que serei uma futura empresária.
Mas só e necessário que EU acredite.E não importa saber todo o caminho, basta saber o próximo passo.
to be continued...

Josy_arte

http://www.wix.com/coxita_salgados/festas
http://blogdacoxita.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário