sábado, 11 de junho de 2011


Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

Nenhum comentário:

Postar um comentário